Desfralde e saúde pélvica infantil na escola

Na volta às aulas, tenho recebido perguntas frequentes de qual é o papel da família e da escola nesse período.

O mais importante é conversar. O diálogo entre pais e professores é a verdadeira chave para o sucesso.

Após observar os três sinais para o desfralde – A criança está pronta? A família está pronta? Quais são os sinais de prontidão? – é hora de começar o desfralde. Geralmente, aconselhamos que ele comece em casa em um fim de semana ou feriado prolongado e que a escola dê continuidade na escola.

A criança tem uma rotina para fazer cocô e cada uma delas apresenta sinais de que quer fazer xixi. Portanto, os pais passarem essas informações para a escola ajuda muito os professores, que têm mais 10 crianças para olharem. Alinhem todas as informações que acharem convenientes com os professores, troquem experiência, informem sobre os horários, frequência e sinais. Sabemos que o desfralde é um processo que integra tanto os fatores fisiológicos, quanto emocionais. Portanto, é imprescindível que a escola dê o apoio que a criança necessita.

Não aceite escolas que promovam o desfralde coletivo, que publiquem “rankings” ou ofereça recompensas para retirar a fralda, que compare as crianças (“Olha, Joaquim, o José já faz xixi no vaso”).

Observe se a escola do seu filho tem um penico ou vaso infantil dentro de sala de aula. Já encontramos em escolas renomadas a presença de vaso sanitário de adulto dentro de uma sala de criança. O posicionamento inadequado ao usar o banheiro favorece problemas fisiológicos como incontinência urinária. Além disso, a falta de adequação da sala de aula mostra uma falta de cuidado na promoção da autonomia -algo tão importante na educação infantil.

Não se afobem, respeitem o tempo do seu filho. Ele irá aprender. Não force, não reprima, não manifeste qualquer tipo de violência física e emocional.

Caso seja necessário retroceder ao desfralde, é muito importante que a escola apoie e ajude na decisão dos pais, buscando sempre compreender os motivos que os levaram à decisão e traçando planos adequados que ajudem a criança. Lembre-se: o desfralde é da criança. Nós damos o devido ao apoio.

Aproveite para ensinar o papel da higienização: lavar as mãos após o uso do banheiro.

Dentro no bye bye fraldinha, nós enviamos um plano de condutas individualizado para a escola.

Caso de dificuldade, não hesite em buscar um profissional

Últimos Posts